Nosso bebê

Nosso bebê

Um espaço vazio onde a vida agitou uma vez
Meus olhos ainda não estavam vendo
Onde uma vez meu coração bateu um tom
Com um ser pequeno e frágil

Tão mal formado, mas ainda assim uma vida
Um sonho, uma esperança, uma promessa
Nossos planos foram alterados para agora incluem
Esta nova vida empurrou sobre nós

Então, tão rapidamente quanto veio
Nossos sonhos foram embora
A dor mais profunda que já senti
Nosso bebê morreu hoje

Com pegadas deixadas em nossos corações
Ela gentilmente pediu sua licença
Nós somos deixados com nada mas pesar
E só tempo para sofrer

Não havia serviço a ser realizado
Não é necessário tempo de luto
Nenhumas canções do desejo e do desespero
Nenhuma palavra a ser inspirada

Simplesmente somos instruídos a descobrir a dor
“É a maneira da natureza” eles dizem
Não consigo esquecer que o nosso bebê se mudou
Dentro de mim ontem

E com cada palavra de tristeza
Minhas lágrimas caem como chuva
A raiva e o ressentimento
São misturados com culpa e dor

Eu olho para o céu por um sinal
Para ajudar a procurar um curso
Onde o amor pode ensinar aceitação
E eliminar remorso

Meu corpo aceitará a verdade
Que agora nosso bebê se foi
Mas em nossos corações nosso Anjo
Eternamente vive!